1.06.2018

Sinto-me a pessoa mais fraca do mundo.
Não consigo sentir-me valorizada no trabalho, não consigo deixar de sentir que nada chega...
E a somar a tudo isso, fico frequentemente de baixa em casa com dores musculares horríveis, sem me conseguir mexer.

Estou desmotivada, desmoralizada e sem vontade de fazer com que funcione.
Às vezes só me apetecia mudar de rumo completamente. Ir para outro lugar e fazer algo inovador...
Não estar presa a opiniões alheias, a críticas e olhares desconstrutivos.

Estou triste...


12.12.2016

Dificuldades

tanto tempo fora do país faz ver a vida de uma outra forma.
Não posso dizer que estou em sofrimento. Que nada tenho...

Tenho, muito !
Então porquê? Porquê este sentimento ?
Começamos a dar muito mais valor aos nossos, à família, aos pequenos momentos.
Neste natal, eles vão estar lá , mais uma vez. E eu aqui,...
E só consigo lembrar das saudades que tenho.
Não do lugar, mas das pessoas.

11.28.2016

Cheira a Natal...

O frio, as luzes.
O fim do ano aproxima-se.
E eu adoro!

7.18.2016

Como me sinto.

Olá.
Faz muito tempo que não venho aqui escrever.
Talvez porque não tenha muito a dizer sobre mim, ou talvez porque já não considere a minha vida muito interessante...

É o problema do dia-a-dia dos adultos.
A rotina instala-se e damos por nós perdidos entre casa e trabalho. De vez em quando um passeio à beira do lago, num dia de domingo.

Dei por mim demasiado confortável nesta rotina fatigante e percebi que tenho de fazer algo para mudar.
Quero voltar a escrever. Quero aprender a dar valor a cada pedacinho da minha vida (mesmo que passe a maioria das minhas horas a tratar de dentes e tentar construir sorrisos).

Comprei uma agenda nova, ... Sim!! Uma agenda a meio do ano, como antigamente. Como se fosse começar o ano letivo.
Quero escrever o meu dia, anotar e agradecer , porque há sempre algo a agradecer no nosso dia.

Espero que tenham uma excelente semana.

4.09.2016

Dias de interiorização

Sabem aqueles dias cinzentos , em que ficamos no sofá a fazer zapping, sem saber o que fazer de útil?
Essa sou eu!

Prazer!

3.28.2016

I miss writing...

Tenho-me apercebido que a escrita me faz muita falta.

Noutros tempos, o meu refúgio.
Hoje, desesperada por ajuda, vim procurar o meu porto de abrigo...

Sem saber muito bem o que relatar, sem saber os porquês da vida.

Já nem sei há quanto tempo não conto alguma coisa da vida.
Mas nem é esse o sentido. É poder desabafar, identificar-me, vir reler-me quando necessite.

A vida longe de "casa" é muito difícil.
A minha casa agora é aqui. Agora sou "adulta".
Vivo com Diogo, na nossa casinha alugada, no centro da cidade de Lausanne , na Suíça.

Tenho o meu trabalho , numa clínica dentária, onde todos os dias tento dar o meu melhor para evoluir e também para conseguir o nosso sustento.
Tentar ajudar os meus no nosso país também é o meu objetivo.

Conheci pessoas novas, falo uma língua nova (agora a minha segunda língua), tudo mudou...

Às vezes tenho saudades, ... Outras vezes penso que não mudaria nada.
Tenho novos amigos, uma nova vida, um trabalho na minha área, uma casa, um carro. Até um gatinho bebé.

é difícil, mas é uma jornada que quero continuar a conquistar.
Estamos noivos, :) Casamos no próximo ano.
Esta nova vida permitiu-me fazer coisas que nunca imaginei, ... fomos de férias a Maiorca (onde me pediu em casamento).
Havemos de ir de lua de mel para uma ilha paradisíaca.
Tudo se vai conquistando, e eu tenho ao meu lado o melhor do mundo.

Um beijinho.

11.30.2015

Decisões

Saudades.
Daqueles tempos em que me expressava quando necessitava...
De saber que, neste cantinho, podia vir dizer o que me apetecia.

Muitas coisas novas.
Muitas mudanças .
A vida sempre a contra-relógio.

Vou casar.
Vou mudar de casa.
Vamos morar juntos.
Mobilar uma casa para nós.
Construir uma vida.
Ser adultos.
E eu...

Tenho medo.